Foco em Charlotte Soubrié, atual 180ª jogadora do ranking FIP e número 7 do ranking francês.

Sua estreia no padel

“Eu comecei em padel em 2018. A primeira vez foi no meu clube, Stade Toulousain, que foi convidado a participar do Open de padel que foi realizado na Place du Capitole. Joguei o torneio feminino com Marylin Lafouresse e depois participamos de algumas competições juntas.

Durante o meu Padel Tour, uma discussão com o técnico da época Patrick Fouquet me motivou a disputar torneios fora da região. Foi assim que comecei a minha associação com Marianne Vandaele, que já era internacional. Tivemos bons resultados, conseguimos reunir a seleção, em Roma, durante o Europeu de 2019.”

Uma nova etapa com Lucile Pothier

“Depois desses dois anos com Marianne, mudei para a direita com Élodie Invernon, depois voltei para a esquerda com Carla Touly no ano passado, e este ano com Lucile Pothier. Nossa associação começou bem com um Título urbano P2000Padel Carquefou. Depois fizemos uma final juntos no Interclubes com o Stade Toulousain, depois quartas de final na Itália, e aqui voltamos de Barcelona onde infelizmente perdemos em oitavo (6/3 6/3) para Ana Varo (80) e Amanda Girdo (109).

“Estamos felizes por termos vencido nosso primeiro P2000 juntos e por termos participado do FIP. Actualmente temos um pequeno problema que é que temos dois objectivos que não são necessariamente compatíveis: melhorar no circuito internacional fazendo FIP assim que nos pudermos libertar profissionalmente, mas também jogar no circuito francês ”.

Pothier Soubrié título P2000 Carquefou 2024

Quais são os objetivos nesta temporada?

“Queremos ter um bom desempenho no circuito nacional, mas também melhorar a nível internacional. Lá escolhemos ir para o FIP em Barcelona em vez do P2000 em Caen para ambos ganharmos experiência. Se as duas competições não tivessem acontecido ao mesmo tempo, teríamos feito também o P2000.

Queremos atuar em França, em particular durante o Campeonato Francês e subir no ranking FIP, o que nos permitiria participar no P2 de Bordéus e Roland-Garros.

O objetivo, claro, é ser selecionado para a seleção francesa para o Campeonato Europeu e Mundial.”

“Com torneios como Roland-Garros, onde tive a oportunidade de jogar no ano passado ou durante o World Padel Tour de Toulouse onde pude jogar na frente de meus amigos e familiares, dá vontade de se envolver para poder reviver momentos como esse.”

Sua pior lembrança padel

“O Mundial de Dubai, quando perdemos para a Bélgica. Realmente, foi terrível. Quando você representa a França – o que é algo que me é muito caro – perder uma partida como essa dói muito. Levei muito tempo para superar isso. Durante duas semanas, não saí de casa, exceto para ir trabalhar. Temos que melhorar para evitar que momentos como este voltem a acontecer.”

Seus melhores momentos padel

“A minha primeira selecção, a primeira vez que pude vestir esta camisola azul, ouvir a Marselhesa… São emoções muito fortes, adoro esta sensação de representar o meu país.”

“Quando ganhei meu primeiro P2000, foi no ano passado com Carla Touly em Toulouse, na frente de todos os meus amigos e familiares. Saímos de uma partida perdida em três sets nas eliminatórias de Roland-Garros, que nos deixou duas ou três noites sem dormir, e conseguimos nos recuperar com esta vitória!

“Houve também este primeiro título de campeão francês com o Stade Toulousain, é o meu clube favorito, o meu clube para sempre, e vencer o primeiro Interclubes e levar o troféu para casa foi um momento excepcional."

“A final contra a Espanha durante o Campeonato Europeu em Marbella… A vitória com Alix contra a Itália em Doha, o Campeonato Mundial Sênior Plus em Alicante onde conquistamos a medalha de ouro com Mélanie no Open, foi incrível, a medalha de prata nas nações competição, continua a ser uma memória incrível. Finalmente, tenho muitas lembranças excelentes graças a padel ! "

A Nossa Equipa Padel Maio

a equipa Padel Magazine tenta oferecer a você desde 2013 o melhor de padel, mas também pesquisas, análises para tentar entender o mundo de padel. Do jogo à política do nosso esporte, Padel Magazine está ao seu serviço.