Sempre haverá um ANTES e um DEPOIS Premier Padel P1 de Mar del Plata 2024! Porque mesmo que façamos um balanço, como sempre, desse episódio argentino, admito, ainda senti uma dor muito, muito forte no coração quando vi o mestre Fernando Belasteguin, conhecido como Bela, saindo esta faixa central depois deste longo e magnífico momento com a sua família e amigos. Porque sim diante do seu público, do seu país, o Rei disse adeus à competição em solo argentino, aquele que terminará a temporada neste Premier Padel antes de se retirar permanentemente padel profissional depois de quase 30 anos nas pistas!

De Alejandro Lasaigues (que lhe entregou o troféu) a Bela, passando por Juan Martin Diaz, Gaby Reca, Willy Lahoz e outros Roberto Gattiker ou Hernan “Bebe” Auguste, estes são também os meus últimos 35 anos passados ​​​​no padel que vi desfilar no domingo à noite e podem acreditar, não é nada!!!

Resumindo, depois dessa sequência de emoção global e um pouco pessoal também... hora do torneio de Mar del Plata! Como de costume, “Coach Zorrus” oferece-nos a sua análise do torneio.

O cartão vermelho

Bem, quer saber, não houve nenhum evento digno de mostrar o cartão vermelho durante este Premier Padel na Argentina nas terras do Rei Bela!

Os Flops

  1. Paquito e Lebron eliminados nas oitavas de final: é feio, mas vai durar? Não tão certo !
  2. Perdemos novamente os nossos “franceses” nas eliminatórias! Estou bem posicionado para saber o quão difícil é, mas acredito nisso: vá Blues!
  3. Ortega / Virseda, derrota nas quartas de final: já parece o fim de uma história, basta esperar que “Martita” encontre outro parceiro…

Tops

  1. A dupla Nieto / Sanz nas quartas de final após eliminar Lebron / Paquito.
  2. A dupla Alonso / Ustero na semifinal: os protegidos de Pablo Ayma começam a ter apetite!
  3. Delfi Brea e Bea Gonzalez: uma reviravolta maluca na semifinal e uma final maluca, que torneio!

o filme final

Para as senhoras, uma final entre o 1º e o 2º cabeças-de-chave com um adversário que se esperava acirrado devido à presença do argentino Delfi Brea. E o mínimo que podemos dizer é que não ficamos desapontados! Depois de um primeiro set dominado de forma bastante precipitada, Ari e Paula perderam momentaneamente a noção da partida e sofreram o segundo set, antes de finalmente vencerem no terceiro set! Podemos pensar que a semifinal da véspera, vencida em 3h28, deixou marcas em Delfi e Béa. Ansioso por vingança… no Chile?

Para os senhores, pegamos os mesmos e começamos de novo! A final cumprirá todas as suas promessas com um primeiro set que aproveitará a vantagem dos números 1. E depois combinando o voo da máquina “Chingalan” e certamente também o cansaço devido ao vírus apanhado pela dupla Coello / Tapia, os dois sets seguintes serão vantajosos para seus adversários do dia. Mas obrigado aos jogadores porque que jogo dos quatro... Aqui estamos: a dupla Chingotto / Galan, “Chingalan” não se pode mais esconder e quer ocupar um lugar de destaque no padel no mundo todo!

E agora ¡Vamos ao Chile!

Laurent Imbert

Laurent Imbert, também conhecido como Coach Zorrus, é uma verdadeira lenda francesa do Padel. Desde o seu início nos anos 90, soube tudo sobre a evolução da Padel na França e em todo o mundo! Verdadeiro conhecedor, conhecido e reconhecido pelos seus pares em França e no estrangeiro, partilhará connosco a sua experiência em cada etapa do Premier Padel !