Padel Revista - Dropshot continua o ímpeto e sucesso de seu Conqueror com 2.0. Vamos ser francos, esta raquete é exatamente a mesma que sua contraparte de 2013, mas com um visual extra. Deve ser dito que esta raquete não sai indiferente com suas cores entre o preto e o amarelo.

No nível técnico, esta raquete é ótima porque é construída com materiais nobres (carbono de titânio) e satisfaz os mais agressivos de vocês.

Esta raquete é um carro de corrida real, porque permite colocar muito efeito e poder na bola; é bom porque é o programa dele. Destina-se antes a jogadores com um bom nível. Aconselho o iniciante a utilizá-lo porque o 1 / custa um determinado preço e o 2 / por uma raquete menos cara e menos técnica fará com que você jogue muito melhor.

Em termos de aderência e manobrabilidade, também não há problema. Sua alça fica bem, e sua forma entre "redondo e diamante" oferece uma fluidez muito boa nas fotos.

Esta raquete de padel usada por Juan Martin Diaz (número um do mundo) é, em resumo, a ferramenta por excelência para atacantes com nível confirmado.

Franck Binisti - Padel revista
Franck Binisti

Franck Binisti descobre o padel no Pyramid Club em 2009 na região de Paris. Desde então padel faz parte de sua vida. Você costuma vê-lo em turnê pela França, cobrindo os grandes eventos franceses de remo.