Fabrice Pastor, presidente da A1 Padel vai ao microfone dos nossos colegas de Alívio, e como sempre, conta coisas muito interessantes no seu estilo característico: sem filtro!

Seis eventos em Espanha para A1 este ano

“Acho que é importante que os jogadores recebam o que merecem. Tenho sido muito mais internacional, mas agora, quando me perguntam, estou lá. Minha equipe também me deu conselhos sábios. Como um circuito desapareceu e foi criado outro para substituí-lo, mas também não funciona, A1Padel vem ao resgate e salva os móveis”. (…) “Ainda acho que sou o homem que vai levar o padel ao redor do mundo. Acabaremos sendo o único circuito.”

A classificação unificada

"Eu penso isso Premier Padel ou final Padel O Tour está mostrando irresponsabilidade ao não criar uma classificação unificada.” (…) “Enquanto quem dirige a Federação Internacional (Luigi Carraro) não a abandonar, o padel nunca será capaz de se unificar ou se tornar olímpico. É impensável.”

“É uma pena ser chamado de Ultimate e terminar em último, mas dói muito. Não entendo como um circuito que está prestes a começar não se aproxima de A1 Padel tentar trabalhar juntos e colaborar. (…) Acho que o sectarismo é mau, que deve ser incluído, e como sabem, eu sou inclusivo.”

Convencido pelo monegasco?

Xan é fã de padel. Mas também o rugby! E suas postagens são igualmente vigorosas. Treinador físico de vários padel, ele desenterra postagens atípicas ou trata de assuntos atuais. Também dá algumas dicas para desenvolver seu físico para o padel. Claramente, ele impõe seu estilo ofensivo como no campo de padel !