Gaby Reca é uma das melhores jogadoras do mundo de padel. Há muitos anos que joga com Sebastian Nerone e faz um retrospecto da sua carreira, mas também do seu futuro, passando pelo aspecto tático: a comunicação.

Já existem anos 2, você disse que estava mais para o fim. E aqui em Monte Carlo, você se encontra nas quartas de final ... 

Nós trabalhamos muito com Sebastien Nerone, que é um dos melhores jogadores do mundo. Sem feridas, sem falhas, sem troca de jogadores ... Então, nos conhecemos muito bem e é muito importante em um par. Continuamos a ser competitivos.

Quem é o estrategista no par?

Em vez de mim, especialmente na época. Mas agora nos conhecemos tão bem que às vezes as palavras são inúteis, mesmo que a comunicação seja um dos aspectos mais importantes no padel e ainda mais no padel moderno.

Você estava falando sobre possíveis projetos… Do lado da França? No sul ? 

Sim, de fato, existem projetos de clubes de padel, mesmo que nada seja feito ainda. Principalmente no sul, de fato. Mas, novamente, se houver projetos, nada será feito ainda.

Você mora parcialmente em Mônaco? 

Mais e mais, pelo menos uma semana por mês. Eu tenho que me organizar. Nem sempre é fácil.

Entrevistado por Franck Binisti

Franck Binisti

Franck Binisti descobre o padel no Pyramid Club em 2009 na região de Paris. Desde então padel faz parte de sua vida. Você costuma vê-lo em turnê pela França, cobrindo os grandes eventos franceses de remo.