Esta é uma colher pequena real que poderia fazer muito barulho no mundo da raquete internacional. A Federação Francesa de Tênis está verificando se o padel poderia integrar o Circuito Internacional de Tênis (ITF) e o Tênis da Europa.

Amandine Reymond, da Federação Francesa de Tênis e Loïc Revol, do jornal Grand Slam, são os autores da questão que transforma o desenvolvimento de padel na Europa e internacionalmente.

Uma pergunta que poderia causar muita tinta na Espanha ...

De volta à entrevista:

1 / O Balanço

Já faz anos 3, percebemos que há cada vez mais jogadores. Temos parceria com clubes privados.

Educação 2 / Padel?

Continuaremos a desenvolver a organização, com o desenvolvimento da educação, o estabelecimento de escolas para crianças.

Certamente haverá um módulo de padel, mas ainda não uma lição de padel dedicada. De qualquer forma, não este ano.

3 / Um grande nível

Eu nunca vi esse nível. É uma bela vitrine.

A liga da Flandres e o clube organizaram a competição muito bem. É um sucesso total.

4 / Internacional, Roland Garros, Jogos Olímpicos

Sonhamos padel em Roland Garros.

Estamos vendo o Tennis Europe e a ITF se o padel puder ser integrado e, então, propor uma competição européia.

Veja a entrevista completa AQUI:

Franck Binisti

Franck Binisti descobre o padel no Pyramid Club em 2009 na região de Paris. Desde então padel faz parte de sua vida. Você costuma vê-lo em turnê pela França, cobrindo os grandes eventos franceses de remo.