Com o desenvolvimento de padel, abundam os artigos sobre o assunto escolha de raquete. Acontece que podemos ler um pouco de tudo e seu oposto, então tentaremos separar o verdadeiro do falso.

Um dos preconceitos mais persistentes é o que explica que raquetes redondas são reservados para defensores e que as raquetes em forma de diamante são feitas para atacantes.

Portanto, são os jogadores certos que devem ter uma raquete redonda, enquanto os jogadores esquerdos devem ser confinados a raquetes do tipo diamante.

Para voltar ao básico, muitas vezes ouvimos que a raquete redonda é feita para defensores, que é uma raquete de baixa potência e fornece controle.

Mas o que torna o poder de uma raquete? Sua forma ? Seu musgo? Os materiais que compõem seus rostos? Seu peso? Definitivamente, um pouco de tudo...

Os desenvolvimentos técnicos dos últimos anos, e em particular a chegada da fibra de carbono, mudaram a situação. Na verdade, é um material que permite ter uma raquete mais estável, mais rígida (mais ou menos dependendo da fibra utilizada) e mais potente.

Hoje é possível ter uma poderosa raquete de formato redondo. Se a espuma não for muito macia, o peso está lá e há fibra de carbono na moldura, podemos muito bem ter uma raquete redonda e agressiva!

Se olharmos para os jogadores profissionais do World Padel Tour (WPT), vemos que Miguel Lamperti joga há anos com a sua famosa ML10 Pro Cup. Antes de colocar seus olhos em o ML 10 Bahia, em forma de gota d'água, este jogador de esquerda fez milhares de vitórias com sua rodada Pro Cup!

Miguel-Lamperti-e-autoconfiançaPadel

E Miguelito não é o único! Seu parceiro Arturo Coello, um atacante canhoto muito forte joga com o Head Gamma pro, um pala de formato redondo. O melhor destruidor francês, Jérémy Scatena, também é um seguidor de palas redondas. Ele está de olho na Varlion LW, uma raquete que apesar do formato não carece de potência! De fato, alguns jogadores afirmam que conseguem fazer a bola acelerar com mais facilidade quando o pala não tem muito peso em mente. Se pudéssemos resumir: não confie muito em preconceitos, mas mais em seus sentimentos!

Alexis Dutour

Alexis Dutour é apaixonado por padel. Com sua formação em comunicação e marketing, ele coloca suas habilidades a serviço de padel para nos oferecer artigos que são sempre muito interessantes.

Identificações