Semifinalista do Premier Padel Bordéus PNo dia 2, Lucas Bergamini, trabalhador da direita de 1m65, explica-nos os motivos da sua passagem para a esquerda com Pablo Cardona.

“Sou um jogador destro, mas fiz parceria com o canhoto Pablo Cardona neste torneio devido às circunstâncias: o companheiro de equipe dele, Javi Ruiz, e o meu, Victor Ruiz, estavam lesionados. Então como ele também estava sozinho, me ofereci para brincar comigo e ele aceitou essa aventura. Quando eu era mais jovem, apesar da minha baixa estatura, jogava pela esquerda, então me desenvolvi como jogador de esquerda. Por isso propus este desafio ao Pablo, porque sei mais ou menos jogar nesse lado. Não é como se eu tivesse passado toda a minha vida na direita, mas ainda é muito difícil porque já faz anos que não joguei na esquerda! Apesar de tudo, estou bastante feliz com as sensações que pude ter.”

“Claro que sugeri jogar pela esquerda porque sabia que ao meu lado tinha o Pablo que é muito alto, que bate muito forte e que cuida das coisas que eu não posso fazer. No final, foi como se eu tivesse o papel de um jogador de direita, mas de esquerda: preparei o ponto para que ele tivesse uma bola explorável e finalizasse o trabalho.”

E funcionou muito bem porque Bergamini e Cardona chegaram à semifinal, onde conquistaram um set dos eventuais vencedores do torneio, Jon Sanz e Coki Nieto! Veremos o brasileiro novamente pela esquerda? Pelo menos não tão cedo, já que esta semana ele encontra seu parceiro habitual, Victor Ruiz, em Roma!

Xan é fã de padel. Mas também o rugby! E suas postagens são igualmente vigorosas. Treinador físico de vários padel, ele desenterra postagens atípicas ou trata de assuntos atuais. Também dá algumas dicas para desenvolver seu físico para o padel. Claramente, ele impõe seu estilo ofensivo como no campo de padel !