Ele é um Martin Di Nenno mais confiante e em melhor forma do que conhecemos durante o WPT Aberto da Suécia. O argentino confidenciou ao microfone de Padel Magazine em seus objetivos para este torneio, mas também no final da temporada em geral.

“Temos que voltar ao nosso melhor nível”

“Sim, é o momento mais complicado da temporada, mas nos sentimos bem, com muita motivação. Acho que temos que ver isso como mais uma oportunidade. Normalmente uma temporada consiste em mais ou menos 18 torneios, aqui ainda temos 14. Esta competição é uma chance para subirmos no ranking. Com Paco, queremos muito voltar ao nosso melhor nível.”

“Uma pista híbrida”

"Sim, a pista é mais lenta, mas acho que é uma pista 'híbrida' porque as condições são feitas para que você possa se defender bem, mas acho que os grandes rebatedores ainda poderão se divertir."

“Nosso principal objetivo é vencer no trimestre. Conhecemos o nosso nível e não vamos esconder o nosso prazer se ganharmos o título, mas temos que ser realistas, as melhores duplas atualmente são Lebron – Galan e Tapia – Sanyo. Do nosso lado, ainda temos que melhorar.”

Encontre esta entrevista completa em espanhol abaixo.

A dupla hispano-argentina enfrenta hoje uma equipe muito sólida composta por Juan Tello e Federico Chingotto.

Sebastien Carrasco

Fã de padel e de origem espanhola, o padel corre em minhas veias. Muito feliz em compartilhar com vocês minha paixão através da referência mundial da padel : Padel Magazine.