Le padel destaca-se não só pelos seus aspectos técnicos e táticos, mas também pela sua dimensão mental que é crucial para o desempenho dos jogadores. A preparação mental dos jogadores padel, esporte praticado em dupla, exige uma abordagem específica que engloba contágio emocional, comunicação, confiança, concentração e gerenciamento de emoções e energia. Análise assinada Clément Dardé de Mymental.fr.

Contágio binomial e emocional

Le padel é disputado quase exclusivamente em duplas, o que torna a dinâmica da equipe particularmente importante. O contágio emocional desempenha um papel central nesta configuração. As emoções, sejam elas “positivas ou negativas”, podem espalhar-se rapidamente de um jogador para outro, influenciando assim o desempenho geral da dupla.

Oria Sager alegria semifinal Premier Padel P1 Riade

Não é de surpreender que estudos científicos confirmem que emoções “positivas”, como o entusiasmo e a confiança, podem melhorar a coesão e o desempenho da equipa. Por outro lado, emoções “negativas”, como frustração e estresse, podem ter um efeito prejudicial, levando a erros e à redução do desempenho. Portanto, é essencial que os jogadores padel desenvolver estratégias para gerir e regular as suas emoções, a fim de minimizar os impactos negativos e maximizar os impactos positivos. O trabalho de preparação consiste então em tomar consciência dos momentos em que são transmissores ou receptores, influenciadores ou influenciados, contagiosos ou contaminados. Dessa consciência vem a regulamentação.

Dito isto, emoções agradáveis ​​são desejáveis, mas emoções desagradáveis ​​são inevitáveis, por isso é preciso aprender a se adaptar e a trabalhar.

A importância da comunicação no par

A comunicação é outro pilar fundamental da preparação mental para padel. A comunicação eficaz permite aos jogadores sincronizar os seus movimentos, antecipar as ações do seu parceiro e manter-se alinhados nas estratégias de jogo. Estudos demonstraram que pares que comunicam de forma clara e regular têm mais sucesso, porque podem comunicar-se rapidamente entre si. Existe, portanto, uma ligação direta entre comunicação e desempenho.

Gil Moyano discussão Roma Premier Padel 2023

Os jogadores devem aprender a usar dicas verbais e não-verbais para coordenar suas ações. A capacidade de dar feedback construtivo também é crucial. Por exemplo, após um ponto perdido, em vez de criticar, um jogador pode encorajar o seu parceiro ou sugerir ajustes táticos. Esta abordagem construtiva ajuda a manter uma dinâmica positiva e a construir confiança mútua. Assim, um vocabulário e uma linguagem corporal comuns devem ser construídos e favorecidos. Da mesma forma, certas palavras e atitudes provavelmente deveriam ser evitadas. O treinador mental está aí para apoiar essa construção.

Concentração: uma disciplina exigente

Le padel é um esporte rápido onde os pontos são decididos em apenas alguns ralis e os jogos em apenas alguns pontos. Pontos importantes são frequentes. A concentração é, portanto, essencial. Perder o foco, mesmo que por pouco tempo, pode custar caro. Por outro lado, a dimensão cognitiva tem aqui a sua particularidade. Entre as trajetórias da bola, os movimentos dos jogadores (companheiros e adversários), os diferentes elementos do campo (copo, grade, rede, portas, areia, etc.) a tomada de informações, o desenvolvimento de decisões situacionais e de decisão. fazer com que a inteligência pareça essencial para um desempenho de alto nível. A preparação mental incluirá, portanto, técnicas para melhorar e manter essa atenção ao longo da partida.

A visualização e a atenção plena podem ser extremamente benéficas. A visualização permite que os jogadores se preparem mentalmente para várias situações de jogo, enquanto a atenção plena ajuda a permanecer presente e a minimizar distrações. Ao praticar estas técnicas regularmente, os jogadores podem melhorar a sua capacidade de manter o foco mesmo sob pressão ao jogar pontos decisivos.

Gerenciando emoções e energia

Le padel é acima de tudo um jogo de paciência e precisão. Ao contrário de alguns outros esportes onde a força bruta pode ser um trunfo importante, padel exige que os jogadores adotem uma abordagem mais cuidadosa e tenham grande autocontrole. Eles devem, portanto, controlar suas emoções para manter a precisão e a calma. Na verdade, qualquer hiperativação associada a uma má regulação emocional pode levar rapidamente a erros não forçados, más escolhas táticas e bolas fáceis de serem exploradas pelo adversário.

Um estudo doJornal Internacional de Ciências do Esporte e Coaching mostrou que os jogadores do padel aqueles que são capazes de canalizar sua energia de forma eficiente, sem serem sobrecarregados pelo estresse ou pela excitação, tendem a ter um melhor desempenho. Técnicas como respiração profunda, meditação e diálogo interno positivo podem ajudar a controlar o estresse e manter níveis ideais de energia.

Confiança no coração da dupla

A autoconfiança é um elemento fundamental para qualquer desportista e jogador. padel não é exceção à regra. Mas neste esporte de pares, essa confiança deve ser associada a uma confiança igualmente forte em seu companheiro de equipe. Cada jogador deve acreditar nas suas próprias capacidades para executar remates precisos e estratégicos, mas também nas do seu parceiro para que a equipa funcione harmoniosamente. Esta dupla confiança é crucial, porque o desempenho global não depende apenas de um indivíduo, mas da sinergia e colaboração entre os dois intervenientes.

Aceitação e desapego são qualidades essenciais a serem desenvolvidas. Um jogador de padel devem compreender e aceitar profundamente que o seu sucesso não depende apenas das suas próprias ações. O desempenho do seu parceiro influencia diretamente no resultado final. É fundamental acolher com gentileza os erros do seu parceiro, percebendo que os erros são parte integrante do brincar e do aprender. Ao integrar esta perspectiva, o padeliste pode reduzir a frustração e criar um ambiente de apoio mútuo, promovendo assim um melhor desempenho do tandem.

tapia coello

Além disso, gerir a culpa é um aspecto frequentemente esquecido, mas igualmente importante. Quando um jogador comete um erro, ele pode sentir uma culpa intensa, temendo ter decepcionado seu companheiro de equipe. É fundamental aprender a lidar com estes sentimentos de forma construtiva, lembrando que errar é humano e que cada jogador tem a responsabilidade partilhada de manter uma atitude positiva. O apoio mútuo e a comunicação aberta podem ajudar a superar estes momentos de dúvida e a construir a resiliência da equipa.

Concluindo, a confiança em si mesmo e no parceiro, a aceitação e o desapego, bem como a gestão da culpa são pilares da preparação mental para padel. Permitem aos jogadores navegar pela complexidade emocional deste desporto, fortalecer a sua coesão e maximizar o seu potencial coletivo.

Por fim, a preparação mental dos jogadores padel é um aspecto crucial, tanto mais que este desporto é praticado em pares. Isto não pode ser negligenciado, devendo mesmo ser trabalhado com tanta ambição como outras dimensões como a física, a técnica e a tática. Ao integrar estratégias para melhorar a comunicação, manter o foco e gerir a complexidade emocional e a energia, os jogadores podem melhorar significativamente o seu desempenho. O padel requer uma abordagem mental específica que combine esses elementos para permitir que a equipe realize todo o seu potencial.

Clément DARDÉ

Clément Dardé é treinador e treinador mental, treinador e professor. Ele é notavelmente o criador do MyMental.fr