Como todos os esportes de raquete, o padel passa por fases ofensivas e defensivas para conseguir ganhar o ponto. Neste artigo estamos interessados para carteiros que vai ganhar o ponto durante uma fase ofensiva.

Quando atacar padel ?

É bastante comum ver uma dupla atacando a rede de forma feroz para conseguir ganhar o ponto. Os principais ataques são feitos quando você está na rede, porém esses chutes são repetidos com frequência e ocasionalmente resultam em falta ou contra-ataque da equipe adversária. Quais seriam os melhores momentos para realizar um ataque?

  • É de certa forma a expressão “a melhor defesa é o ataque”: se a dupla consegue por exemplo um lobo alto e profundo isso, sem dúvida, tornará possível ir até a rede para organizar ataques futuros
  • Também é possível contra-ataque realizando uma bajada depois de uma pancada na janela traseira
  • Depois de um "Chiquita", uma bolinha nos pés dos jogadores de voleibol, que nos dará tempo de chegar à rede
  • Depois de um longo rally e uma boa descarga de adrenalina devido à intensa troca, é bastante comum querer terminar com um golpe que volta do nosso lado. No entanto, esquecemos que os adversários já estão colados à rede o que lhes permite tirar a bola directamente do campo para um contra-ataque. Nessa situação, seria uma questão de simular seus oponentes fingindo fazer um smash, mas, no final das contas, acertar a bola mais suavemente para fazer morrer a bola perto do gelo no segundo salto.

Onde atacar?

Existem vários locais táticos para liderar uma ofensiva. Ter os melhores remates técnicos e a melhor condição física nem sempre é suficiente para levar a uma cabeçada numa defesa rochosa.

  • Mire no oponente: É triste dizer, mas às vezes acaba sendo a solução certa! Quando dizemos “mirar no oponente”, não é uma questão de ficar morto para dar a ele uma vantagem em um contra-ataque. Nesta situação, estamos falando quebra, voleio, bajada e até mesmo vibora para intimidar et surpresa mas também para privar um futuro contra-ataque tático de tempo. Os oponentes não terão escolha a não ser bloco a bala em face de tais golpes, ou ter uma nova tatuagem em seu corpo ...
  • Busque espaço livre: como em todos os esportes, o espaço livre é uma noção tática fundamental para desestabilizar a defesa. Várias situações pode ser executado para jogar em espaço livre, tais como: esmagamento, quicando quando os adversários estão ambos na parte de trás da quadra, criando incerteza ao jogar bolas muito cruzadas na tela de arame, fingindo esmague para matar a bola no segundo salto ...
  • Visando aos pés de seus oponentes : não é só no tênis que jogamos nos pés quando nosso oponente está correndo. É também uma área muito interessante para desestabilizar os adversários e atrapalhar a sua fase ofensiva na rede ou mesmo defensiva quando se encontram no fundo do campo. Uma “chiquita” nos pés raramente terá um impacto definitivo na conquista do ponto, mas certamente permitirá que uma bola ainda mais ofensiva seja explorada para ganhar o ponto mais tarde.
  • Jogue a zona do divórcio: cEssa estratégia geralmente compensa, pois mais uma vez vamos criar incerteza no time adversário, jogando exatamente no meio da distância de separação dos jogadores. Isso os forçará a tomar uma decisão rápida e a comunicação será fundamental para eles perseguirem o ponto.

Foto: Mauri Andrini / Olá Padel Academia

Alexandre Cifuentes

Alexandre Cifuentes estuda economia. Ele decidiu intervir nos negócios de padel e no mercado esportivo em geral. Isso nos permite saber sobre o padel na sua totalidade.