Presente na final do FIP Gold Perpignan, Yann Guilcher falou ao microfone do Padel Mag para nos contar um pouco mais sobre “instinto Padel” uma revista 100% padel que lançou em associação com outros colaboradores.

“Parabéns ao público por ter respondido presente!”

Padel Magazine : Poderíamos esperar tal atmosfera durante este FIP Gold e especialmente para a final?

Yann Guilcher : “O público respondeu presente, estava quase cheio. No entanto, estava muito, muito quente. Parabéns aos jogadores porque ainda aguentaram mais de 2 horas nessa onda de calor.

Então parabéns a eles e ao público por estarem presentes para "incentivar" este grande torneio! »

instinto Padel, a primeira revista 100% padel em França

Padel Magazine : Além do fato de que este Perpignan ouro FIP é uma nova aventura, pois é uma primeira edição, também é uma ótima estreia para você desde a primeira revista 100% padel chamado "Instinto Padel "acabei de sair!

Yann : “É o primeiro na França! Houve alguns em outros países como Itália ou Suécia… mas novamente, na França é o primeiro. Já está disponível nas lixeiras e um pouco por toda parte nos centros de padel com os quais temos parceria, e também em aeroportos, estações de trem, tabacarias e quiosques de imprensa. Você pode encontrá-los em toda a França! »

Padel Magazine : Vimos que a revista estava disponível em aeroportos internacionais como Orly!

Yann Guilcher : “Precisamos, os jogadores viajam muito… então aeroportos e estações de trem são imperativos para nós. »

QR Codes para “ter mais interatividade”

Padel Magazine : Você pode nos dar a ambição por trás deste projeto? O formato, o número de revistas que haverá todos os anos?

Yann : "É bimestral. Começamos com 20.000 revistas no primeiro, porque realmente não sabíamos o que esperar, mas isso não é ruim para uma revista de papel.

Nós que já temos o Instinct Foot e o Instinct Rugby, sabemos que não faz mal para o padel.

Começamos com uma assinatura bimestral e um pouco em todos os centros. É um formato de 48 páginas brilhantes, com muitas seções: jogadores estrangeiros, jogadores franceses, franquias, concursos, raquetes, técnica pura, principalmente ao nível de voleios nesta primeira edição.

Nós esperamos impacientemente a segunda edição que será no início de setembro se não me engano, com um monte de coisas ligeiramente diferentes.

Esta revista se destaca um pouco: muitas vezes você encontrará códigos QR, que, uma vez digitalizados, o redirecionarão para vídeos. E tudo isso para ter mais interatividade na revista. »

Padel Magazine : Este sistema é baseado em QR Codes também o que torna esta revista original e charmosa?

Yann : “Então, obviamente, não inventamos nada, já que o QR Code está presente em quase todos os lugares, mas é verdade que são poucos em revistas. Seja para patrocinadores como NGTV, Betclic ou Babolat, temos este QR Code que permite ver vídeos redirecionando para anúncios etc. Fizemos o mesmo para a técnica, ou para muitas outras coisas nas diferentes seções. »

Padel Magazine : Sou jogador, gosto do padel e eu gostaria de ter essa revista, como estão as coisas em termos de assinaturas?

Yann : “Duas coisas: você poderá tê-lo na revista com um cheque básico como fazíamos antigamente. Mas também temos um pouco mais de interatividade: você tem um QR Code, você escaneia e preenche as informações necessárias e depois recebe sua revista em casa a cada dois ou três meses.

Mas você também pode encontrá-lo nos diferentes centros: 4Padel, Tudo em Padel, muitos clubes independentes em Perpignan e Bordeaux. Você poderá tê-los, comprá-los ou encontrá-los em certos torneios onde serão distribuídos. »

Objetivo: “Ter pessoas que apreciam a revista” acima de tudo

Padel Magazine : O que podemos desejar a você?

Yann : “Além dos assinantes, mesmo que ainda seja o nervo da guerra, eu diria mais pessoas que apreciam a revista.

Fiquei agradavelmente surpreso, vi muita gente que conversou comigo e me contaram que tinha muita coisa interessante [...], tudo isso nos traz muito!

Obviamente sem assinantes e parceiros não ficaremos aqui por muito tempo, todos concordamos, mas acho que todos gostamos padel e que ainda há coisas interessantes.

Então vá em frente, leia, inscreva-se se gostar e nos encontraremos em breve para a edição 2.”

Encontre a entrevista completa aqui:

Nasser Hoverini

Apaixonado por futebol, descobri o padel em 2019. Desde então, tem sido um amor louco por esse esporte a ponto de abandonar meu esporte favorito.