Audrey Casanova e Laura Clergue, as últimas campeãs francesas de remo 2015, voltaram ao curso e às ambições européias em dezembro.

Padel Magazine (PM) - O campeonato francês de paddle foi um objetivo para você. Aliviado?

Audrey Casanova (CA) - Estamos muito satisfeitos. As etapas finais foram complicadas e encontramos as armas para o fim.

PM - Você publicou claramente suas ambições há algumas semanas. É uma pressão positiva?

Laura Clergue (LC) - Eu acho que é principalmente o trabalho que valeu a pena. Como conhecíamos nossos principais adversários, trabalhamos nesse objetivo. Hoje, estamos indo muito bem. Há outra razão para nossas esperanças: harmonia na equipe. Com Audrey, nos damos muito bem e acho que isso se mostra no chão.

PM - Você tem um curso diferente no padel. Laura, você chegou ao mundo dos padel somente desde o 1 an. Jerome Shoeffer teve um papel importante em levá-lo até lá?

AC - O trabalho, é claro, foi executado. O Set Club tem sido nossa base durante o ano 1 com Laura. Trabalhamos quase todos os dias. E também é verdade que jogo padel há muito mais tempo que Laura, mas no final é um time muito equilibrado. Nós não nos cansamos disso. É uma enorme paixão. Com o treinamento 1, o 2 é realizado por semana e partidas quase diárias.

LC - Eu jogo padel especialmente desde o ano 1. Mas uma vez que nos dissemos com Audrey, queremos fazer algo de bom, começamos a tocar todos os dias. Devemos muito a Jérôme Shoeffer, nosso treinador no Set Club d'Aix. É o ano 1 que cuida de nós e o resultado está aí. Lembro que tocamos no 1 por quase 6 dias no 7, quando não é todos os dias da semana ...

PM - Vocês dois têm bons golpes. Audrey the Bandejas e Laura um muito bom sucesso ...

AC - Ainda há muito o que fazer. Mas é verdade que eu gosto dessa foto. Continuaremos nosso treinamento e certamente iremos para a Espanha para melhorar.

LC - Primeiro o sucesso, acho que começa com a falta de sutileza no jogo, mas se tornou uma arma. As mulheres não necessariamente batem forte e de repente, é uma vantagem na equipe. Há sutileza com Audrey e termina comigo.

PM - Em breve o campeonato europeu. Você já fez um plano?

LC - Eu vou lá! Não tem como. Audrey deve vir. (Riso)

AC - Mas eu também vou! É ótimo poder competir no Campeonato Europeu. Estamos muito motivados. E vá com homens que fazem parte da mesma liga, é apenas extra.

LC - Haverá uma atmosfera muito boa, conhecemos muito bem nossos colegas homens. Faremos tudo para fazer algo de bom por lá.

Entrevistado por Franck Binisti

Franck Binisti

Franck Binisti descobre o padel no Pyramid Club em 2009 na região de Paris. Desde então padel faz parte de sua vida. Você costuma vê-lo em turnê pela França, cobrindo os grandes eventos franceses de remo.