Depois de frequentar o coroação do par Josemaria – Sanchez entre as damas, estávamos esperando a entrada na corrida dos cavalheiros em Málaga.

O cartaz do dia para esta final era completamente novo.

Na verdade, tínhamos de um lado os vencedores do último torneio do World Padel Tour que estava discutindo em Valência há alguns dias (Sanyo e Tapia) e por outro um par cada vez mais falado no momento, Pablo Lima - Franco Stupaczuk.

Foi em dois sets e quase duas horas de jogo que os argentinos conseguiram conquistar o quinto título nesta temporada. Depois de Reus, Copenhaga, Viena e Valência, foi em Málaga que os dois amigos brilharam diante de um Palácio do Desporto lotado.

Sanyo Gutierrez e Agustin Tapia

Muito apto para alguns meses, Sanyo Gutierrez e Agustin Tapia festa no 20×10 para o deleite dos aficionados. Esta é sua segunda coroa consecutiva no circuito e eles esperam continuar assim. Por vários torneios podemos ver que o “Mozart de Catamarca” está solto na pista. Quanto ao seu compatriota “El Mago de San Luis”, o que posso dizer, exceto que ele é incrível. Ele garante o show e dá ao jovem prodígio o benefício de toda a sua experiência. A dupla parece ter encontrado o equilíbrio certo.

A este nível, os argentinos têm todas as cartas na mão para agitar o ranking este ano e colocar em dúvida os 1ºs que, apesar dos bons resultados, não estão imunes a ver uma inversão da situação até ao final da época .

Resultado final contra Pablo Lima e Franco Stupazcuk: 7/6 – 6/4.

E você acha que Sanyo e Tapia podem chegar ao degrau mais alto do pódio?

Sebastien Carrasco

Fã de padel e de origem espanhola, o padel corre em minhas veias. Muito feliz em compartilhar com vocês minha paixão através da referência mundial da padel : Padel Magazine.