Concentre-se em Justin Lopes, 6º jogador no ranking FFTe Professor de padel para WinWin Padel. Ele menciona em particular seu tempo na equipe francesa.

Padel Magazine : Como você chegou a padel ?

Justin Lopes: “Comecei o padel em junho de 2014, me parece. Eu tinha três amigos que procuravam um quarto para jogar e eles pensaram em mim. Começou daí, imediatamente me enlouqueceu, pedi que tocassem no dia seguinte, no dia seguinte. Eu os assediava para jogar, queria melhorar porque no início eu estava jogando tênis em uma quadra de padel, havia situações frustrantes ”.

Padel Magazine : E alguns anos depois você se viu no time da França, você pode nos contar sobre essa experiência?

Justin Lopes: “Minha passagem pela seleção francesa foi uma experiência inesquecível. Lutei para chegar lá e tenho muito orgulho disso. Felizmente para o Ben e para mim, eu joguei muito, então foi muito divertido não apenas polir o banco, mas também me permitiu ver a vibração. E obviamente quando você joga uma partida pelo seu país, a raquete fica um pouco mais pesada ... mas no final eu não me saí muito mal, mostrei um nível de jogo muito bom durante o torneio, portanto, muita experiência. positivo “

Padel Magazine : Você também experimentou a aventura espanhola!

Justin Lopes: “Passei seis meses em Madrid, mas não joguei muito nos torneios de Madrid, apenas participei em torneios não aprovados, mas o nível dos quais era bastante elevado. Eu também nunca fiz World Padel Tour, mas pode não ser pior porque quando vejo a dificuldade de ganhar jogos já no preprevia, digo a mim mesmo que teria conhecido algumas derrotas!"

Padel Magazine : Hoje você é o 6º jogador francês, treina muito?

Justin Lopes: "Não, infelizmente não consigo treinar muito. Gostaria de poder fazer um pouco mais vezes mas a falta de jogadores e a dificuldade de sincronizar os horários de cada um faz com que não seja fácil. Mas eu vi que estava de volta em 6º, estou feliz. ”

Justin Lopes Francois Authier

 

Padel Magazine : Ainda com François Authier, você da direita e ele da esquerda, ao contrário do seu início ?!

Justin Lopes : “Depois de nosso divórcio de um ano, tivemos que seduzi-lo novamente. Para isso sugeri a ele que se movesse para a esquerda sabia que ele ia gostar… Chega de brincadeiras! François faz muito mais coisas do que eu no ar: ele tem uma velocidade de braço muito melhor do que eu no pico e domina mais facilmente o grid no chute, mesmo que sua nova tendência seja um carrinho no grid que causa grandes danos! 

Também vou admitir para vocês algo que ninguém suspeitou é que o François também é melhor do que eu fisicamente, então era óbvio que trocamos! Sem falar no fato do François ter um problema mental na direita, às vezes ele não batia muito na bola e isso o deixava louco! Jogar pela esquerda permite que ele acerte muito mais bolas ... ele é um jogador que precisa acertar a bola com frequência para estar no ritmo
De minha parte, passei um ano com Maxime à direita, onde me senti muito bem. "

Discussão de Justin Lopez François Authier

 

 

Xan é fã de padel. Mas também o rugby! E suas postagens são igualmente vigorosas. Treinador físico de vários padel, ele desenterra postagens atípicas ou trata de assuntos atuais. Também dá algumas dicas para desenvolver seu físico para o padel. Claramente, ele impõe seu estilo ofensivo como no campo de padel !