Bastien Blanqué fez uma escolha importante. Ele vai jogar o World Padel Tour de Vigo com Thomas Leygue. O homem do Toulouse, portanto, põe fim à sua associação com Borja Yribarren. Ele explica para Padel Magazine esta volta de 180 °.

O fim de um conto com Yribarren

"Com Borja, fizemos dois torneios. Nosso relacionamento estava indo muito bem, nos dávamos muito bem. Infelizmente, não tínhamos não são os mesmos objetivos, não as mesmas expectativas no campo. ”

“Não estávamos jogando o mesmo tipo de jogo. Nos préprevias, você tem que estar muito forte fisicamente, muito arejado. O ritmo é diferente, não dá para sair. Faltou intensidade em nossas derrotas. "

“É uma pena porque talvez pudéssemos ter jogado bem juntos, mas não este ano de qualquer maneira. No padel moderno, era muito complicado. Eu simplesmente decidi desistir. ”

Yribarren e Blanqué

Um novo par 100% francês no WPT

"No FIP com Thomas, percebemos que jogamos muito bem juntos. Nós fizemos bons resultados batendo um grande par Acevedo / Perez. "

“Pensei comigo mesmo porque não ir e fazer o WPT de Vigo juntos. Não tive tempo de encontrar outra pessoa. Vamos ver como o Vigo WPT acontece em termos de resultados, ambições e objetivos juntos. Veremos como nos damos bem em campo. ”

“Atrás veremos se continuamos juntos, ou se jogo com outra pessoa, porque tenho muitos pontos e posso ser semeado nos preprevias. Vou decidir em silêncio depois de Vigo. ”

A dupla francesa enfrentará Ignacio Vilariño Gestoso (188) e Antonio González Vázquez-Monjardín (222), em primeira ronda de pré-prévias do WPT de Vigo, Domingo às 11h30.

Lorenzo Lecci López

Por seus nomes, podemos adivinhar suas origens espanholas e italianas. Lorenzo é um apaixonado pelo esporte multilíngue: jornalismo por vocação e eventos por adoração são suas duas pernas. Sua ambição é cobrir os maiores eventos esportivos (Jogos Olímpicos e Mundiais). Ele está interessado na situação de padel na França, e oferece perspectivas para um ótimo desenvolvimento.

Identificações